17/01/2011

Álcool cetílico e outros álcoois.

Ultimamente têm colocado, diversas vezes, questões relacionadas com a utilização de “álcool” em alguns produtos. Considero que muitas das dúvidas, relacionadas com os termos “Alcohol denat.” e “Cetyl alcohol”, presentes nas composições INCI, se devem à falta de informação e esclarecimento. Espero, portanto, que esta informação venha ajudar a esclarecer alguns aspectos acerca dos diferentes álcoois, bem como as suas propriedades e aplicações, pois acredito que a melhor forma de promover a cosmética biológica e natural é através de informação adequada.

A maioria de nós pensa imediatamente em álcool como um líquido assim que vê a palavra álcool no rótulo de um produto cosmético. Contudo, nem todos os álcoois são líquidos. Todos os compostos químicos, cujo nome termina em “-ol”, podem ser classificados como álcool. Por exemplo, a vitamina E (Tocoferol) é um álcool. Também a forma de vitamina A (Retinol) derivada de animais, tal como a encontramos na manteiga, é tecnicamente um álcool, assim como o álcool encontrado no whisky ou outras bebidas alcoólicas (Etanol).

A classificação dos álcoois é baseada no comprimento das suas cadeias, dependendo do número de átomos de carbono que compõem a molécula de álcool, dando origem a álcoois de cadeia curta e longa, na posição do grupo funcional (OH) e se as cadeias são ramificadas ou lineares (por exemplo: um álcool com 3 carbonos, o propanol, pode ter duas formas de cadeia, linear, com uma temperatura de ebulição de 97.1ºC e ramificada, passando o nome a isopropanol, com uma temperatura de ebulição de 82.5ºC).

Alguns exemplos de álcoois de cadeia curta são o álcool isopropílico ou isopropanol, etanol, metanol e o álcool benzílico. O baixo peso molecular (cadeia curta) confere a estas moléculas uma alta volatilidade (facilidade na evaporação, baixa temperatura de ebulição) que, aliado ao facto de serem moléculas apolares, confere alta afinidade a compostos como os lípidos, fosfolípidos, etc. (constituintes da nossa pele). Assim, uma vez aplicados sob a forma de um creme ou qualquer outro cosmético, vai solubilizar a gordura natural da pele, secando-a e destruindo uma barreira de que o nosso corpo depende fortemente para a sua protecção.
Dentro deste grupo de álcoois de cadeia curta, alguns podem ser bastante desidratantes para a pele. Um dos mais agressivos, de uso comum, é o álcool isopropílico (o metanol é ainda mais agressivo. Contudo, por ser um álcool de cadeia curta com uma temperatura de ebulição baixa, o que dificulta a administração e o próprio manuseamento, não é tão utilizado).

Os álcoois de cadeia longa, ao contrário dos anteriores, não evaporam com facilidade e têm uma consistência cremosa, oleosa ou parecida com cera. Estes álcoois (álcool cetílico, miristílico, etc.) actuam como hidratantes e emulsionantes criando uma base cremosa para hidratantes faciais e corporais, champôs e amaciadores. O álcool cetílico e miristílico não são líquidos, apresentam-se numa forma parecida com lascas de coco (como se vê na imagem – lascas de álcool cetílico, miristílico, usados na composição de produtos Aubrey Organics, obtidos a partir de cocos). Estes álcoois gordos de cadeia longa são ingredientes chave para se obter um creme muito cremoso. Á medida que são introduzidas em água quente, as lascas derretem gradualmente, funcionando como uma base de absorção onde mais óleos, extractos podem ser adicionados, aumentando a eficácia geral de um produto cosmético.

Aconselho que se evite usar compostos que integrem qualquer tipo de álcool na sua composição que não tenha uma origem biológica, independentemente do comprimento das suas cadeias (de uma forma geral, a sua proveniência define o grau de biocompatibilidade).

Álcool cetílico purificado

Provavelmente, também, já reparou nas denominações “Alcohol denat.” ou “Alcohol denat. 38B lavender” que aparecem na composição de alguns produtos da Aubrey Organics. Este é um álcool de cadeia curta que é obtido a partir da destilação de grãos de cereais. É muito semelhante à vodka, pelo que o produtor de cosméticos tem que o tornar não bebível, caso contrário teria de ter uma licença de produtor de bebidas alcoólicas. O termo “denat.” indica que o álcool foi tornado não bebível através da adição, no caso da Aubrey Organics, de óleo de lavanda biológica. Assim, a designação mais actual e adequada é “Alcohol denat. 38B lavender”, estando de acordo com os regulamentos da US Bureau of Alcohol, Tobacco and Firearms. Por esta razão, será a designação que passará a constar nas composições dos produtos Aubrey, a medida que vão sendo actualizadas.


Em resumo - os álcoois não são todos iguais.
Quando se estiver a avaliar um produto cosmético que contenha álcool, recomendo, em primeiro lugar, que se avalie se estes são álcoois sintéticos ou de origem natural. Em segundo lugar, e estando na presença de um ingrediente natural, perceber que tipo de álcool está a ser usado, com que objectivo, assim como qual a quantidade presente na composição (a percentagem de cada ingrediente diminui à medida que lemos a composição do produto, do inicio para o fim).
A Aubrey Organics, por exemplo, utiliza pequenas quantidades de álcool de grãos de cereais (excepto no After Shave em que a quantidade é maior) por ser um solvente suave e bom agente de ligação. Este tipo de álcool também prepara a pele para uma melhor absorção dos nutrientes e ajuda a melhorar a eficácia dos agentes de conservação naturais utilizados.
Nos produtos Aubrey Organics, os álcoois de cadeia longa, além de serem benéficos por si, são usados como ingrediente principal da base cremosa de ácidos gordos, usada em cremes amaciadores, etc. Com esta base e através da adição de nutrientes chave (por exemplo aloé, hamamélia, rosa mosqueta®, hipofaé, etc.) consegue-se obter diferentes texturas, usos e benefícios para diferentes tipos de couro cabeludo, cabelo e pele.

Exemplos de alguns produtos com álcool cetílico ou miristílico na sua composição:
Creme hidratante facial - rosa mosqueta®
Creme hidratante facial - vegecol com aloé vera
Loção para corpo e mãos - colagénio e amêndoas
Loção para corpo e mãos - rosa mosqueta®

Exemplos de alguns produtos com alcohol denat. ou alcohol denat 38b lavender na sua composição:
After Shave - North Woods
After Shave Bálsamo- North Woods
Tónico facial de rosa mosqueta® e lavanda

19 comentários:

Anónimo disse...

Adorei este post. Estava procurando saber o que é "alcohol denat" e aqui informa tudo. Só gostaria de saber qual é a tradução para o português e quanto custa para compra?
Abraços,
Carla

testandocomacarla.blogspot.com.br

rita c disse...

Olá Carla, boa tarde!

O "alcohol denat" a que nos referimos neste post é um álcool obtido a partir da destilação de cereais, como o milho, arroz, etc, e que sofre um processo de "desnaturação" (para não ser possível bebê-lo)através da adição de um outro ingrediente (óleo essencial, por exemplo.
Se fizer uma pesquisa no google com o termo "álcool de cereais" certamente encontrará, aí no Brasil, que poderão fornecer este produto.

Cumprimentos,
A equipa Rita C

Werisson Lopes disse...

Olá, eu gostaria da saber que se o alcool cetílico é bom?
Obrigado, Werisson.

Werisson Lopes disse...

Olá gostari de saber se o alcool cetílico é bom ou não se utilizado nos creme para cabelo??
Werisson,
OBG!

rita c disse...

Boa tarde Werisson Lopes,

O alcool cetílico vegetal (Cetyl alcohol) é um Álcool gordo de cadeia longa, normalmente obtido a partir do miolo do coco, que é um emoliente natural.
Habitualmente usado numa base de absorção contendo ácidos gordos essenciais, álcoois gordos do miolo do coco, aloé vera e vitaminas A, C e E. É rico em ácidos linoleico e linolénico (vitamina F), excelentes nutrientes e amaciadores da pele. Em produtos para o cabelo, é habitualmente combinado com cisteína e mentionina, aminoácidos importantes, que têm elevado conteúdo em enxofre e são excelentes para o cabelo e couro cabeludo.



Cumprimentos,
A equipa Rita C

Luiz disse...

Meus cumprimentos pelos posts. Gostaria de saber o percentual utilizado "alcohol denat" em shampoo, condicionador,mascaras capilares.

Obrigado

Luiz

rita c disse...

Boa tarde Luiz,

Somos apenas representantes de marcas de cosméticos e não fabricantes, pelo que não temos acesso às percentagens dos ingredientes utilizadas nos produtos. Contudo há uma regra que pode ajudar a perceber se a percentagem é elevada ou baixa. Os ingredientes, na listagem de ingredientes, são apresentados na ordem decrescente da quantidade utilizada, pelo que se pode perceber que em alguns champôs é utilizada uma percentagem elevada e, por exemplo nos cremes de rosto é utilizada uma percentagem, digamos, média.

Esperamos ter ajudado!

Cumprimentos,
A equipa Rita C

Cinthia Lopes disse...

Rita, como eu posso diluiro alcool cetílico?

rita c disse...

Olá Cinthia Lopes!

O álcool cetílico (cetyl alcool) pode ser diluido em óleo.

Cumprimentos,
A equipa Rita C

aglei de souza holsback disse...

Boa tarde
Comprei um tonico purificante que tem alcohol denat afinal não sei se faz bem ou não, não entendi bem sempre ouvi falarem para ficar longe de produtos que contem alcool.
Obrigada.

rita c disse...

Bom dia Aglei,

A existência de "alcohol denat." num produto não tem de ser necessariamente mau, tem mais que ver com a qualidade do álcool que é utilizado. Aconselhamos que se evite usar compostos que integrem qualquer tipo de álcool na sua composição, que não tenha uma origem biológica, independentemente do comprimento das suas cadeias (de uma forma geral, a sua proveniência define o grau de biocompatibilidade). Por exemplo, aconselhamos o uso de produtos que tenham álcool proveniente da destilação de grãos, preferencialmente biológicos (orgânicos). É evidente que é também necessário cada individuo confirme se têm algum tipo de alergia a este tipo de ingrediente.
No caso que refere, tónico, o álcool é usado com propósito que é ajudar a absorver o produto que se irá colocar na pele de seguida, o hidratante.

Cumprimentos,
A equipa Rita C

Anónimo disse...

olá gostaria que tipo de álcool é utilizado para fazer aquelas ampolas líquidas que ao adicionar água quente ou morna emulsiona e se torna um creme

rita c disse...

Bom dia,

Infelizmente não podemos ajudar muito neste aspecto, não somos fabricantes e os nossos conhecimentos técnicos não nos permitem responder à sua pergunta.
Sugerimos, eventualmente, que tente junto deste fabricante e fornecedor de matéria-prima - http://www.essenciadumsegredo.com/

Cumprimentos,
A equipa Rita C

Ju disse...

as gravidas podem usar hidratantes com esse alcool?

Ju disse...

As gravidas podem usar cremes com esse tipo de alcool?

rita c disse...

Boa tarde Ju,

A menos que haja uma indicação médica para não ser usado não vemos qualquer inconveniente no uso por parte de grávidas.
O alcool cetílico vegetal é um álcool gordo normalmente obtido a partir do miolo do coco, que é um emoliente natural.

Cumprimentos,
A equipa Rita C

David disse...

Ola,

Quais sintomas posso ter caso for alérgico ao alcohol Denat.? Neste caso no cabelo usando ampolas?

David disse...

Ola,

Quais sintomas posso ter caso for alérgico ao alcohol Denat.? Neste caso no cabelo usando ampolas?

rita c disse...

Bom dia David,

Segundo informação que possuímos, se for alérgico ao álcool, esta alergia manifestar-se-á sob a forma de uma dermatite de contacto. De uma forma geral as dermatites de contacto podem ocorrer por dois motivos:
1- Por contacto da pele com substâncias naturalmente irritantes;
2- Por contacto da pele com substâncias às quais a pessoa é alérgica.

Os sintomas que habitualmente ocorrem são a vermelhidão e irritação localizada, que tanto podem dar comichão como ardor. Em casos mais severos também podem ocorrer pequenas bolhas e gretas.
Pode também ocorrer desidratação da pele o que pode provocar alguma descamação da mesma.

Cumprimentos,
A equipa Rita C