13/10/2011

Biológico e saboroso: Até os ratos o reconhecem!

De acordo com um artigo publicado, em 2007, no jornal The New York Times, cientistas austríacos e suíços deram a escolher, a 40 ratos de laboratório, entre biscoitos feitos com trigo de agricultura biológica e com trigo cultivado por métodos convencionais. Os ratos demonstraram uma maior preferência pelos biscoitos biológicos.

Pelos vistos Remy o rato “chef” herói do filme Ratatouille não é o único que desenvolveu a capacidade de reconhecer produtos de elevada qualidade!...
…e se estes ratinhos de laboratório usassem champô e loções corporais certamente iriam reconhecer também a diferença!!!





Excerto traduzido a partir de:
McGee, Harold (2007), Organic, and Tastier: The Rat’s Nose Knows, The New York Times

Em qualquer assunto controverso pode ser útil considerar os pontos de vista de partes desinteressadas. Assim, relativamente a políticas e práticas agrícolas, é importante saber que um grupo indiscutivelmente neutro se juntou às fileiras dos que preferem alimentos biológicos em vez de alimentos cultivados com o recurso a produtos químicos sintéticos. Esse grupo é constituído por 40 ratos suíços!

Uma equipa de cientistas suíços e austríacos concluiu, em 2007, um estudo de 21 anos acerca de produção biológica de trigo. Como “método integrado” para avaliar a qualidade deram, a ratos de laboratório, a opção entre biscoitos feitos com trigo biológico ou com trigo convencional. Os ratos comeram, significativamente, mais dos biscoitos feitos com trigo biológico. Os autores do estudo referiram que este era um resultado notável pois, segundo a sua composição química e performance de cozedura, os dois tipos de trigo são bastante semelhantes.

De facto, os ratos eram mais eficazes do que os humanos a distinguir a diferença entre alimentos biológicos e convencionais. Em diversas provas de sabor cuidadosamente elaboradas, reportadas nos últimos anos, as pessoas eram habitualmente incapazes de identificar os alimentos biológicos, e por vezes nem os preferiam.

Isto é intrigante, dado que os alimentos biológicos geralmente possuem mais antioxidantes e outros compostos fitoquímicos potencialmente saudáveis – e potencialmente saborosos – do que os alimentos convencionais. Em Julho de 2007, a Professora Alyson Mitchell e os seus colegas da Universidade da Califórnia, resumiram e compilaram dados recolhidos ao longo de 10 anos acerca da produção de tomates, cuidadosamente controlada, em modo de produção biológico e convencional. O conteúdo de antioxidantes variava de ano para ano mas era consistentemente maior nos tomates biológicos.
(…)

Então, se até os ratos preferem o biológico, de que é que nós, humanos, estamos à espera?!



Ler - aqui - o artigo na sua versão integral

2 comentários:

NaturaliiZ disse...

Muito interessante! De facto nós humanos somos seres racionais mas os animais têm a sorte de ter os sentidos muito mais apurados que os nossos, em nada me espanta este artigo. Eles sabem o que é bom!

Não posso deixar de acrescentar que muitas vezes os animais mostram-se mais racionais que nós.

rita c disse...

Bom dia Naturaliiz!
Curioso, não é? Efectivamente consideramos este artigo muito interessante e sugestivo. É mais um pequeno contributo para que o animal que há dentro de nós desperte para esta realidade.

De facto a natureza ( neste caso os ratinhos) não deixa de nos espantar e dar dicas acertadas!
Nós temos a tarefa facilitada, só temos que as seguir! :)

Cumprimentos